31.5.21

PEDRINHO - MEU MARIDO DE ALUGUEL

Segunda-feira Maria trás seu filho de 17 anos para fazer pequenos serviços aqui em casa. Acordei, fui até a cozinha e no caminho, passando pela área de serviço, vi Pedrinho se trocando, só de cueca e percebi o volume!! Fiquei hipnotizada imaginando e com vontade daquela rola... Chamei o garotão para o meu quarto, dei uma desculpa de que as portas do armário estavam com problemas. Eu estava na cama de camisola transparente, peitos quase para fora, percebi que ele estava começando a se excitar, me olhava com uma cara de safado, então resolvi abrir o jogo - disse que estava com tesão e que queria tocar naquele mastro. Ele abaixou a calça, fiquei massageando e logo meti a boca, um boquete delicioso. Depois de um tempo chupando aquela delícia, Pedrinho me mandou ficar de quatro. Obedeci sem pensar duas vezes. Ele deu uma cuspida no meu cuzinho que estava piscando a espera daquela pica, meteu 3 dedos de uma vez para ver se eu aguentava. Depois meteu a pica sem dó, fudendo bem gostoso e eu gemendo feito uma putinha e rebolando naquele pau. Quando estava para gozar colocou minha boca na pica dele e esporrando jatos e jatos de porra, mandando eu tomar tudinho como uma putinha obediente. Depois desse dia pedi para meu marido contratar Pedrinho como “marido de aluguel”. Em casa as coisas quebram muito!

28.5.21

TROCA DE CASAIS ENTRE AMIGOS


Até que enfim minha esposa cedeu e nós, finalmente, vamos embarcar no jogo da troca de casais. Ela confessou que quer, tem tesão, mas tem receio de ficar exposta, mas isso está resolvido - antes do início da pandemia aconteceu a oportunidade de fazermos troca de casais com uns amigos, essa ideia já vinha rolando fazia um tempo e, aconteceu... Fomos para a casa de campo do casal... Finalmente fomos os quatro para o quarto, sinceramente a minha tara foi maior em ver minha esposa com meu amigo do que eu próprio comer a mulher dele. 

Uma coisa assustou o tamanho do piruzão do amigo, meu coração disparou e eu fiquei louco, só pensando naquilo tudo dentro da minha mulher! 

Meu pau só tem 14 cm duro, minha esposa diz estar satisfeita com ele. Acha que essas rolas enormes que aparecem em filmes pornô é truque, lente de aumento, não acredita que existam paus tão grandes assim, mas o dele era!

Os quatro peladinhos, minha mulher começou cavalgando por cima dele. Antes ela ficou acariciando aquele mastro suavemente, olhando para aquele pauzão, apertava, deslizava a mão de cima para baixo, do saco até a cabeça exposta, ao contrário da minha que precisa arregaçar para aparecer. 

Enquanto a mulher dele me chupava eu admirava minha esposa encaixando buceta, deslizando lentamente e eu olhando aquilo tudo, meu coração parecia que ia sair pela boca. Ela abaixou a cabeça e começou a beijá-lo, a rebolar para frente e para trás, com aquela rola toda enfiada na buceta, só dava para ver as bolas dele de fora, aquele ritmo das reboladas aumentaram e ela parecia enlouquecer... O pau dele por ser muito grande e grosso preenchia ela todinha. 

Depois de vinte minutos metendo eles gozaram, ela se levantou a porra escorria pelas pernas (meteram sem camisinha) foi direto para o banheiro. Ele ficou ali dentado com aquela pica avantajada meio mole.

Ocorre que minha esposa viciou na rola do meu amigo, ela tem transado comigo, mas me pediu que não proíba de transar com ele, pois ela precisa ter prazer, e temos feito assim, eu vou para um quarto separado com esposa dele e minha mulher vai para outro com o amigo... está tudo em paz.


26.5.21

PROJETO60 - TROCA_TROCA: MINHA INICIAÇÃO SEXUAL

Éramos quatro: Papai, Mamãe, Carlos e eu, Leonardo, o filho mais velho. Morávamos numa rua onde existiam muitos meninos e poucas meninas. Os primeiros anos da adolescência foram de descobertas dos prazeres do sexo. Tinha uns 13 anos, “brincava na rua e no clube” com os amigos um pouco mais velhos do que eu: Pedro Paulo, Marcos, Fábio e a única menina, Andreia, uma prima de segundo grau que morava próximo de casa.

No verão, já em férias, íamos ao clube e ficávamos a tarde toda na piscina. Ao entardecer, banho e casa. Uma tarde, quando fui para o vestiário vi uma cena e fiquei desentendido – Numa das cabines de banho, Pedro estava com a sunga arriada, Paulo pegava no pinto dele e Marcos assistia tudo de pau duro batendo punheta. 

Cheguei em casa, jantei e fui para o quarto. Fiquei pensando no que tinha visto e não conseguia dormir. 

No dia seguinte fui ao colégio e a tarde depois dos meus deveres, fui para casa do Pedro. 

-Ué Leo, sumiu ontem? O que houve? Já sei você viu a gente no vestiário, né? Olha aquilo é uma brincadeira de meninos, nosso segredo! Se você quiser brincar vai gostar, mas tem que guardar segredo.

-Topei, pois não queria ser excluído da turma.

No dia seguinte me chamaram para “brincar”. Fomos para a casa do Pedro, o mais velho da turma, com 16 anos, que foi logo mandando:

-Paulinho, abaixa o short aí.

Ele obedeceu rapidamente e abaixou o short e a cueca.

-Olha que bundinha lisinha ele tem! Disse com cara de safadinho.

-Leo, abaixa a bermuda que o Paulo vai chupar seu pinto!

Arriei a bermuda e o coloquei o pinto ainda mole para fora! 

-Paulinho, chupe o pinto dele.

Ele pegou no meu pau, puxou o prepúcio e começou a lamber a cabeça e depois colocou na boca. Fiquei paralisado, pois era a minha primeira vez! 

Enquanto Paulinho chupava meu pau que já estava duro, Pedro forçava o pinto na bundinha dele. Paulinho abriu as pernas para facilitar que o pinto do Pedrinho entrasse um pouco no cu. 

Vendo aquilo, bati uma punheta desajeitada até gozar. A porra pingou no chão e tive que limpar para não deixar vestígios.

Quando saímos na rua Paulo perguntou:

-E aí, gostou?

-É legal.

-Se você quiser vou na sua casa e faço só para você, chupo e você pode comer minha bundinha. Olha isso é segredo viu! Fica só entre nós.

-Tá bom, mas eu acho que ainda não sei fazer isso...

-Eu te ensino a fazer troca-troca.

-Fazendo, é gostoso e eu aprendi assim.

À noite, na cama não consegui parar de pensar nas brincadeiras. Comecei a mexer no pinto, bati mais uma e gozei.

No dia seguinte, minha mãe ia sair com meu irmão e eu ia ficar sozinho em casa. Passei na casa do Paulinho e disse:

-Quer ir em casa hoje? Disse com uma cara sacana.

A empregada tinha ido embora e ainda tínhamos umas duas horas até minha mãe voltar.

O ritual se repetiu e Paulinho abaixou meu short e começou a me chupar.

-Leozinho quer colocar no meu bumbum?

-Sim, quero!

-Então você vai ter que chupar meu pau!

-Ha não, chupar não!

-Deixa de frescura, esse é o troca-troca, deixo você comer minha bundinha e você me chupa.

Meio sem jeito peguei no pinto dele e lambi. O gosto não era lá dessas coisas, mas tinha de fazer.

-Vai, lambe a cabeça!

-Tá chegando, vamos no banheiro e você bate uma para mim!

Me levantei. fomos, peguei no pinto dele e fiz um vaivém, até a porra sair do pinto e melar o vaso.

Ele se apoiou no vazo e coloquei um pouquinho no cu dele.

Escutamos minha mãe chegando, colocamos a roupa e descemos.

-E aí, a brincadeira foi boa? Perguntou Paulinho.

-Eu gostei!

Na sexta-feira Pedrinho me ligou para perguntar se podiam ir brincar de autorama na minha casa. Respondi que sim, minha mãe e meu irmão foram visitar uma tia e só chegariam à noitinha.

Montamos o autorama na sala e fomos para o meu quarto. Paulinho veio em minha direção e foi metendo a mão no meu pau.

-Calma Paulinho!

-Está bom, mas eu estou louco de vontade de te chupar!

Ficamos nus. Pedrinho se sentou na cama, pegou no meu pau e começou a bater uma. Não resisti e retribui o ato. Éramos garotos cheio de tensão! Paulinho ajoelhou-se na minha frente.

-Posso chupar?

-Pode!

Senti seus lábios tocarem meu pau e me arrepiei todo.

-Ai ai… que gostoso! Agora é minha vez! Disse Pedrinho.

-Vai me faz gozar!

-Gozar? Só se for na sua bundinha! Fica na posição de cachorrinho.

-Fico! Mas, Pedro coloca devagar, seu pau é grande.

-Deixa de ser frouxo, eu boto na bundinha da Andreia e ela nem reclama.

Fiquei paralisado! O cara come minha prima. Tá certo que são namoradinhos, mas...

-Pedro, você come o cuzinho da minha prima??

-Como, só o cuzinho ela é virgem, mas não fale para ela que te contei. 

Pedro agarrou Paulinho pela cintura e enfiando todo aquele pintão no bumbum dele. De vez em quando o pau saía, mas logo ele lambia o buraquinho e voltava a atolar. Não demorou muito para ele gozar. 

Lavamos o pinto e o cuzinho do Paulinho e fomos brincar de autorama.

À noite, novamente na cama não consegui parar de pensar nas brincadeiras da tarde e agora com minha prima Andreia dando o cuzinho para o Pedrinho. 

Mas isso é outra história.

21.5.21

É ASSIM QUE MULHER DE CORNO FAZ COMPRAS


Helena me apresentou uma nova amiguinha a Cris, uma morena gostosa, cabelos pretos curtos, olhos castanhos, seios médios, coxas e pernas grossas e bucetinha bem lisinha.
Cris virou minha putinha, adora realizar nossas fantasias! A morena transpira sexo e sacanagem.
Pedi que ela fosse comigo ao supermercado e que provocasse, deixasse os homens com tesão. E eu, claro, ficaria assistindo tudo de longe.
Ela como boa mulher submissa e obediente topou!
O que acharam?


18.5.21

ESPOSINHA SE DIVERTIU E GOZOU MUITO NO SWING











Fomos viajar para uma cidade litorânea do nordeste. Aproveitamos esses dias de descanso e praia para conhecer um clube de swing. Essa era uma curiosidade que tínhamos...
Visitando o site de uma famosa “balada liberal” da cidade vimos que era bem bacana, vários ambientes, pista de dança, gente bonita, aquilo que procurávamos.
Escolhemos uma quinta-feira quando ia rolar uma festa temática "Swing Lingerie Night".
Helena foi com "modelito vestida para matar" - decotão e vestidinho curto deixando à mostra a calcinha minúscula. Bucetinha e o bundão bem a mostra.
Entramos e sentamos em uma mesa próxima à entrada para observar os casais que chegavam. Todos de bom nível, bem vestidos, aparentando idade entre 40 e 60 anos. Mesmo nos sentindo em casa, ambientado, pedimos um espumante para relaxar.


Público reconhecido e aprovado, resolvemos conhecer os diversos ambientes da casa e claro nos divertir bastante! No caminho alguns casais nos olhavam, homens comiam Helena com os olhos outros passavam a mão na sua bunda. Ela, com um misto de receio e tesão, estava nervosa.
- Amor relaxa e deixar rolar, aqui você pode fazer tudo que tiver vontade.
Entramos por um corredor escuro e estreito com várias salas. No caminho os casais se beijando, se tocando e se chupando. 
Paramos na porta de um dos quartos onde vários casais trepavam numa grande cama. Uma loira gemia alto enquanto dois caras comiam seu cuzinho e sua buceta.  Outra morena, jovem, chupava vários homens ao mesmo tempo. No canto da sala um homem de aproximadamente 60 anos batia uma punheta vendo sua mulher dando o cu para um cara grande e musculoso. A loira gritava:
- Corno, aprende como se come um cuzinho... Olha esse pauzão duro entrando todinho no meu cu! - Coloca sua pica grossa até o fim, fode meu rabinho, minha buceta e goza na minha boca!! 


Ficamos excitadíssimos com a cena, mas sem coragem de participar da suruba. Eu estava com muito tesão, com o pau duríssimo. Abracei Helena, passei a mão na bunda dela, puxei a calcinha de lado e coloquei meu dedo na buceta que estava babando. Ela ficou de joelhos, abaixou minha bermuda abocanhou meu pau e chupou com força. 
Um casal se aproximou e olhou fixamente a cena. A mulher sussurrou:
- Gata, vou te ajudar a dar conta desse pauzão lindo e gostoso! Ela também ajoelhou e dividiu meu pau com Helena. 
O cara levantou o vestido de Helena, arrancou a calcinha dela e cai de boca na sua xoxota melada.
Que linda visão, duas mulheres no meu pau e um cara chupando a buceta da minha esposa... Helena gemia muito até que gozou muito gostoso na boca do cara. 
- Prazer, eu sou Carlos e essa é minha esposa Beth, somos do Rio. Vamos para um lugar mais tranquilo?
Fomos os quatro para uma sala reservada para brincarmos mais a vontade.
Carlos aparentava 50 anos, 1,80 de altura e cerca de 100 Kg com uma barriguinha de chope como a minha. Beth, uma morena deliciosa, 40 anos, cabelos até o ombro, tipo mignon, peitos pequenos e durinhos e uma bunda deliciosa... Corpinho esculpido na academia!


Entramos no quarto e Beth não perdeu tempo, se ajoelhou e continuou a me chupar. Seus lábios carnudos deslizavam no meu pau - da cabeça ao cuzinho. Carlos pegou Helena pela cintura, colocou-a de quatro e com força fodeu a buceta dela. 
Que tesão! Beth passando a língua no meu cuzinho e eu vendo minha esposinha gemendo e gritando alto de tesão!! 
Helena gritava: "Me come filho da puta!! fode minha buceta!! Tá gostando de foder minha buceta?? Me comer na frente do meu marido te dá tesão??
Adrenalina fez com que não me aguentasse: Gozei na boca de Beth que, depois de engolir toda a porra, olhou para mim e disse: 
"Gostoso! Agora chupa meu grelo que quero gozar." 
Abriu a buceta perfeitinha, melada, quente, lisinha sem pelos... Eu enfiei a língua lá dentro enquanto ela rebolava na minha cara até gozar muito!!
Helena pediu para ser fodida por dois machos. Ficou de quatro, passei a língua, molhei a bucetinha dela e enfie minha rola com força. Meu pau entrou e deslizou gostoso. Minha putinha gemia e contraia a xoxota apertando meu pau! Puxou Carlos e colocou o seu pau na boca... Chupou até ele gozar muito! Carlos deu uma chuva de porra na cara da minha vadia safada!
Beth também queria rola. Nesse momento eu chupava minha mulher e as duas se beijavam. Foi quando Helena pediu para que eu comesse o cu dela. Coloquei-a de quatro e enfiando naquele cuzinho maravilhoso. A putinha gemeu de dor. Helena se deitou por baixo e chupou a buceta dela! Carlos bateu uma punheta vendo sua esposinha gozando no meu pau!
Fodemos muito até às cinco da manhã. Eu queria mais, mas Helena reclamou que estava com buceta e o cuzinho ardendo de tanto que Carlos, que tinha um belo pau, fodeu!! Uma pena…
Esperamos as meninas se arrumarem... Num clima muito descontraído tomamos a saideira e combinamos nos encontrar na praia... 
No caminho de volta para a casa Helena me confessou que havia gozado como nunca na pica grossa e grande do Carlos.
Passei a mão entre suas pernas e a buceta estava melada, vermelha e inchada!! 
No caminho até o hotel recebi como recompensa por deixar aquela puta sair de dentro, um belo boquete. 
Caímos na cama e apagamos. Noite deliciosa afinal swing não é traição é diversão!

12.5.21

PODE FAZER SURUBÃO NA CASA DO AIRBNB?


Um jovem chamado Felipe teria alugado uma casa pelo Airbnb de uma senhora chamada Verônica. O problema é que ela tinha câmeras instaladas na casa e viu que o locatário organizou uma festinha animada para festejar seu aniversário!

Segundo um áudio que está rolando nas redes sociais, Verônica (dona da casa) não curtiu que Felipe alugou seu imóvel para fazer uma festa, com direito a convidados e sexo pela casa, tudo isso no meio da pandemia! 

- Você tem que ser claro na sua proposta. Você tem que perguntar para saber que tipo de casa tem que locar [...]. Você não pode locar uma casa para você seu churrasco de aniversário com seus amigos, que eram 15, e de repente, fazer da casa da pessoa um bordel, uma suruba”, diz Verônica no suposto áudio.

Felipe responde que não há erro dos dois lados e que - houve uma falta de clareza, mas apenas da sua parte. Pelo que eu tô entendendo, você deveria ter colocado no título do seu anúncio... Você deveria ter colocado no título do anúncio: 'proibido trepar no local, diz ele... 

Verônica responde que Felipe tem que perguntar ao anfitrião se a casa tem "espaço para trepar". Você não pode fazer da casa da pessoa um bordel, uma suruba, que tem homem pelado, mulher pelada em tudo quanto é lugar. Você não pode fazer isso dentro do Airbnb porque isso fere as regras.

Felipe justifica que é um jovem e que já transou em locais inusitados ao longa da vida e que alugou a casa por "uma fortuna". Acha que vou convidar 15 amigos sem ter a intenção de comer ninguém. Eu já transei em banheiro químico, em obra de vizinhos, não vou transar numa casa dessas?

Mas afinal, pode ou não fazer suruba em uma casa alugada pelo Airbnb? O Airbnb criou um conjunto de práticas de segurança obrigatórias para anfitriões e hóspedes durante a pandemia de covid-19 com base nas diretrizes da Organização Mundial de Saúde e do Centro de Controle de Doenças dos EUA.


9.5.21

AMOR, NÃO AGUENTO MAIS, VOU GOZAR NO PAU DELE!

Ao ouvir isso, assistindo sua esposa cavalgar freneticamente, em um dos seus melhores amigos, na sala da sua própria casa, foi ai que você percebeu, que não tinha mais volta, você havia liberado a "fera" oculta que existe dentro de cada mulher bem resolvida, você havia liberadado o lado "puta e promíscua" da sua amada companheira, e no fundo, você já sabe que aquela cena ardente, é apenas o início de uma vidia a dois, regada a bastante cumplicidade, aventuras e muitos chifres.

Se prepare para presenciar a timidez sa sua mulher sumir, ao mesmo tempo que ela solta frases impulsivas como, "Caralho que delícia de pica".... "Amor, ele ta me deixando toda arrombada, era isso que você queria?"... "Mds, eu vou gozar de novo, não aguento mais gozar"... "Eu vou querer fazer isso sempre amor"... "Amor, to te fazendo de corno!"

Não importa se o cara que está pelado na cama de vocês, se aproveitando da sua esposa, não está enquadrado na foto, ele é apenas um detalhe em toda essa situação, e ele sabe disso, claro vai comer uma mulher gostosa, e linda, mas ela é a sua mulher e não a mulher dele... o que realmente importa é a satisfação de vocês dois, o casal, vocês devem estar bem nessa situação... Se sua esposa sorrir ao tirar uma foto como o pau de outro homem na mão, você cumpriu sua missão, agora você tem uma hotwife (esposa puta), para fazer você também satisfeito, um corno muito satisfeito!

Se prepare para tudo isso, pois se estiver preparado, acredite, será a maior realização sexual da sua vida de Cuckold!




6.5.21

MINHA ESPOSA SE EXIBE NO SUPERMERCADO



Sou casado faz vinte e dois anos com a Beth, 54 anos, loiraça, peitão e uma bunda maravilhosa. Minha esposa sempre foi tímida e reservada, tanto no dia a dia como na hora do sexo. Felizmente foi se soltando e passou a gostar de posições diferentes na cama, brinquedos eróticos, filmes pornôs e exibicionismo.
Com o tempo comecei a sentir tesão em exibi-la em público. Sugeri que Beth usasse roupas mais provocantes quando saíamos. Ela começou a se exibir aos poucos na rua usando leggin finas, justas e transparentes, biquínis pequenos e calcinhas fio dental. Me contava que os homens olhavam chamavam de gostosa e buzinavam.
Passei então a incentivar ainda mais comprando um bikini minúsculo e disse que gostaria de vê-la usando na viagem que faríamos para a praia. O resultado foi um tesão: O bikini ficou bem enfiado no bundão e parte da buceta ficou exposta. Eu, de longe, observava os olhares e reações dos casais - Os homens babavam e as mulheres desaprovavam.







Semana passada fomos ao supermercado. Beth colocou um vestido e nada por debaixo - sem sutiã e sem calcinha. As vezes abria e mostrava o peito e a bunda, ficava quase pelada para eu fotografar! Hoje vendo as fotos lembrando da situação ficamos com muito tesão. Estamos curtindo cada vez mais ela se exibir em público. Quem sabe com o tesão aumentando ainda façamos mais coisas apimentadas!

3.5.21

O TESÃO DE LEVAR A MULHER PASSEAR NA PRAÇA


Quem nunca sonhou com isso?
Dirigir o carro com a mulher que você ama do lado... encontrar um desconhecido caminhando em uma rua não muito movimentada, e de preferência um pouco escura. Pedir pra sua amada tirar tua a roupa, e exibir toda a sua nudez para o tal estranho... que tesãooo! 
Quem será que vai bater mais punheta nesse momento? Você (o corno safado) que permite sua mulher ser observada, desejada e até tocada por outro? Ou o estranho? Que vai poder usufruir da deliciosa cena da sua mulher pelada dentro do carro? 
Uma coisa é certa, sua Esposa, Noiva ou Namorada vai adorar essa sensação!!! 😈🤘🏽❤