6.1.18

GATA, VOCÊ É UMA CUCKQUEAN?


Ser cuckquean é simplesmente gostar de ver/saber que seu companheiro se relaciona com outras mulheres.
A primeira coisa que a mulher cuckquean precisa desconstruir é a carga negativa dos julgamentos e das palavras proferidas pela sociedade ignorante, principalmente sobre de ser “corna”. Enquanto você continuar acatando o que os outros dizem sobre seu comportamento, e como o seu relacionamento deve ser, você nunca será feliz.
Lembre-se: você não deve satisfação a ninguém sobre suas preferências e sua vida sexual.
Se você se excita ao pensar no seu macho comendo outra, chupando ou sendo chupado, ou tem a fantasia ver ele com outra mulher, o primeiro passo para se aceitar e ser feliz sexualmente é admitir ser uma cuckquean.
O grande problema, na verdade, consiste na grande parte dos homens (não todos!) serem grandes babacas e machistas quando o assunto é sexo, e, portanto seu maior desafio será conversar com ele sobre o assunto e fazer valer, antes de tudo, um acordo que exija respeito. Passada a fase de contestação e você se aceitando como cuckquean, e tendo o entendimento do seu companheiro sobre a sua preferência, o próximo desafio está em lidar com as pessoas. Não que você precise dar satisfação sobre suas preferências, mas em algum momento certamente precisará se expor para aquela mulher que você deseja ver com seu companheiro. Por isso esteja pronta para receber uma série de rótulos que só não irão te atingir quando você desconstruí-los, sendo os mais comuns deles: corna e corna mansa.
O que mais me excita é ver meu macho com outra mulher, fazendo de tudo, isso me realiza e me dá prazer. Assim me encontrei e sou feliz! Isso é ser corna? (o que é totalmente contestável já que ele tem meu aval para comer quem eu aceitar, portanto ele não está fazendo nada escondido de mim) Então eu sou corna mansa e amo isso! O prazer que ele sente com outra mulher me invade, me domina e me faz gozar também. É o prazer em ver, sentir sem tocar, perceber as energias e vibrações… É muito mais do que o prazer físico, é indescritível, mágico, transcendental. Por isso sou realizada e completa sexualmente, e isso é ser cuckquean.
Texto extraído do Blog – Diário de uma Cuckquean

2 comentários:

NightlySun disse...

Sim, eu não poderia concordar mais!
Bjos

Joaquina de Almeida disse...

Não será para a maioria das esposas verem os maridos foder outra mulher. Eu própria tive essa experiência; o meu marido insistiu comigo para uma menagem feminina; como nunca havia estado intimamente com uma mulher aceitei! Enquanto foi ela apenas comigo tudo bem, até um 69 fizemos e adorei a sua língua, mas depois ela quis foder também com o meu marido e aí surgiram os meus ciumes; quando se envolveram um com o outro só com beijos, ainda suportei, mas quando o vejo colocar-se em cima dela e o seu pau desaparecer na cona, não aguentei. Corri para eles, empurrei o meu marido exclamando! Querido não aguento, imagina que seria tu veres outro homem em cima de mim, fazendo o ias fazer. Ele compreendeu e retirou-se; ela, que é alguém das nossas relações, também compreendeu e actualmente ainda convivemos amigavelmente sem nunca falarmos no ocorrido.