20.11.18

POR QUE SÓ MEU MARIDO NÃO COME MEU CUZINHO?

Olá meus queridos. Sou leitora assídua deste blog e algo me intrigava – Por que meu marido não come meu cu?
Nos vários anos de casamento tentei por muitas vezes fazer meu marido acalmar literalmente meu fogo no rabo. Eu louca pra dar o cuzinho, mas ele nada! Quando rola sexo á na buceta e daquelas fodas rapidinhas sem tesão.
Fiquei “muito puta” com esse desprezo do meu marido pelo meu rabinho que resolvi buscar fora do casamento o que não tinha em casa, mas com duas condições: Nunca beijar de língua e a segunda e principal, só deixar o cara comer no meu cuzinho!
Mês passado surgiu um convite pra passarmos o final de semana em um sitio de uns amigos. Chegamos no sábado pela manhã e nos instalamos pra ficarmos até domingo. Dividimos a casa com mais dois casais e dois amigos solteiros.
Na noite de sábado, após o jantar, fomos beber ao lado da piscina. Os homens “altinhos” com as bebidas resolveram jogar cartas, enquanto que as mulheres foram dormir.
Percebi durante a noite toda que Erick, um dos solteiros, me encarava. Fui a última a sair… tomar um banho e dormir. Quando terminei, sai do banheiro enrolada na toalha, encontrei Erick no corredor, que me encarou e disse:
– Seu marido tem muita sorte em poder ter esse mulherão na cama.
Eu ri alto e falei:
– Que bom se fosse assim. Não sei quantos dias faz que isso não acontece…rsrs.
Erick falou:
– Que desperdício! Ele jogando na piscina e esse mulherão aqui sozinha… Vou te fazer companhia… Vá para seu quarto tranque a porta e deixa a janela aberta…
Aquilo me deu muito tesão e fiz o que ele mandou. Alguns minutos depois abri a janela voltada para os fundos do casarão. Erick entrou devagar pra não fazer barulho, arrancou minha toalha, me derrubou na cama, abriu minhas pernas e caiu de boca na minha bucetinha.
A apreensão que meu marido pudesse chegar a qualquer momento só aumentava meu tesão. Eu não podia perder mais tempo, hoje seria o dia de perder o cabacinho no cuzinho. Me virei e deixei minha bunda bem empinada pra ele. Ele parou por um instante e disse:
– Se você ficar nessa posição não vou aguentar e vou comer sua bundinha.
Era tudo que eu queria ouvir. Então abri bem pra ele deixando o cuzinho à mostra.
Sem saber de minhas regras ele meteu forte a língua deixando meu buraquinho bem lambuzado e esfregou o pau onde queria. Levantei da cama, fui até a janela e fiquei olhando meu marido e os amigos se divertindo. Ele lentamente veio por trás. Peguei o pau dele e guiei até me cu. Quando senti entrar, continuei a forçar até o pau entrar inteiro. Doeu! Mas foi dor e tesão!
O que estava acontecendo era uma fantasia que sempre tive – Em pé, agarrada por trás pelo Erick que estava socando a rola no meu cu sem dó.
Gozei muito, quase arranquei a janela enquanto eu gozava.
Sem forças pedi para ele ir embora porque estava perigoso demais. Ele saiu falando que não tinha gozado ainda…Eu ri e falei pra ele pensar em meu cuzinho e bater uma punheta. Ele riu e disse que em outro dia ia me tirar o couro.
Quando meu marido chegou, bêbado nem desconfiou.
Pela demora eu poderia ter dado o cuzinho mais uma vez!

3 comentários:

Anônimo disse...

Adoro Mulher comprometida, alguns ainda tem medo e morrem de vontade, mandam whats pra mim mais depois bloqueiam por medo… quero esclarecer,,, tudo bem sigiloso, deixe sua vontade e seus desejos aflorarem,,, faço questão de ajudar!!!
Vou ajudar apenas pelo prazer… E de uns tempos pra cah muitas esposas, noivas, namoradas ou casais mesmo… tem tido essa vontade de sentir um dotado de ter outra pika pra fazer uma brincadeira mais gostosa.
Outras vezes o parceiro quer ver ela com outro… por isso…seja o que for casal, noiva, namorada, noivo, marido e tem curiosidade de ver ela com outro me chame… Assim como muito tem tesão em ver.. eu tenho tesão enorme em meter com mulher comprometida… E se quiser só exibir para ela ficar mais a vontade me chame… com tempo, o prazer e o tesão vai falar mais alto depois de ver um pau grosso e grande ela com certeza vai pedir… chame email gatoksafado@gmail.com

Unknown disse...

eu adoro fuder un cuzinho gulosa e una delícia principalmente de mulher comprometida sempre quis arruma uma pessoa desse quilate. mais nunca dei sorte

Ana Matias disse...

Olha querida, faz chantagem com ele. Diz-lhe: se não queres comer o meu cuzinho, o que eu tanto gosto, também não metes na cona. Comigo foi o inverso. O meu marido andava louco para meter no cuzinho, que estava praticamente virgem, mas eu tinha medo das dores que iria ter e não consentia, pois a primeira vez que tentou, meteu ainda a cabeça, mas doeu tanto e, dei tamanho grito, que escapei dele e não meteu mais, até que começou a fazer chantagem comigo, por não o deixar meter onde ele queria, negava-se a meter na cona. Eu, com a idade de 30 anos, já subia pelas paredes com a vontade de fuder. Não sei se ele tinha algum arranjinho; mas para evitar isso, cedi ao que ele pretendia. Com bastante creme lá aguentei e actualmente até já gosto de sentir aquilo entrar no rabinho