21.4.22

CONSIDERAÇÕES BUCETEIRAS DA LEITORA KCF


A aparência da buceta (o tamanho, o formato, a cor) não deve ser motivo de preocupação para nenhuma mulher. Cada buceta é original, ímpar, única; não existem duas bucetas iguais. É como impressão digital. Não dá para comparar bucetas. Toda buceta é linda, atraente e excitante. A mulher deve ter aceitação quanto à sua buceta e se sentir bem com ela; viver de bem com a própria buceta. Existem bucetas de tamanho médio, bucetas pequenas e bucetas grandes. 

Há mulheres que possuem a buceta mais proporcional ao seu corpo; outras, a buceta considerada menor; outras, enfim, a buceta mais encorpada, carnuda ou volumosa. O monte de Vênus pode ser mais elevado em uma buceta e mais baixo na outra. O clitóris pode ser mais preponderante numa do que na outra buceta. Os grandes lábios podem ser mais vultosos nessa buceta e menos naquela. Os pequenos lábios podem sem mais salientes nessa e menos naquela buceta. O tamanho da buceta não é documento. Quanto aos grandes lábios da buceta, um pode ser um pouco maior do que o outro. Quanto aos pequenos lábios, na mesma buceta, um é sempre mais ressaltado do que o outro. Não existe buceta simétrica. Uma buceta pode ser avermelhada, a outra, rosada, a outra, arroxeada. A buceta pode ter uma manchinha mais clara ou mais escura, uma pinta ou mais de uma. Não existe buceta padrão. A largura e o comprimento internos da buceta também variam de mulher para mulher. O canal vaginal é mais largo numa buceta e mais estreito na outra; mais longo nessa e mais curto naquela buceta. Tudo isso é absolutamente natural e normal. A mulher pode deixar a buceta peludinha ou depilada. Isso depende do seu gosto pessoal ou do seu companheiro. Cabeludinha ou raspadinha a buceta é bonita. Não existe buceta feia. Nossa buceta é linda, cheirosa e gostosa ao natural. 



Uma coisa é de suma importância: uma visita periódica à(o) ginecologista para avaliar a saúde da buceta. Outra coisa muito importante é a higiene regular da buceta. Nada como uma buceta limpinha, cheirosa, para a mulher se sentir bem e evitar constrangimento na hora da relação sexual. Ninguém gosta de buceta azeda. Isso também ajuda a prevenir problemas de saúde da buceta. 

Homens não se preocupam com a aparência da buceta. Isto é uma preocupação exclusivamente feminina; e é uma preocupação supérflua, desnecessária. Quando o homem procura a mulher para uma relação sexual ele quer ter prazer. Isso é próprio do ser masculino. Portanto, se a mulher estiver a fim, ela pode e deve se entregar com serenidade e confiança, dar a buceta sem medo, buscando igualmente seu prazer pessoal, sem outras preocupações, desfrutando plenamente daquele “momento precioso”. Quando os dois se amam ambos ficam felizes em dar prazer um ao outro. Portanto, tenha sempre essa convicção: 

“Minha buceta é linda, cheirosa e gostosa. Eu amo minha buceta”.

3 comentários:

Chocolícia disse...

Belas palavras, pero na prática a pussy negra é a última opçao!!

Leo disse...

Chocolícia, não entendi porque Pussy negras ou pretas são a última opção ?

Anônimo disse...

Não. Nem toda buceta é linda. Existem bucetas fétidas, pelancudas, tão secas que nenhum lubrificante resolva. Mal cuidada que some num matagal de pelos. E o principal, acompanhada de uma mulher tóxica que te dê mais dor de cabeça que enxaqueca.