25.4.22

#TABOO - MINHA TIA ME ENSINOU TUDO!


Eu transei com minha tia muitas vezes! Ela me ensinou tudo, me fez homem... Eu passava finais de semana na casa dela.

Em casa ela não usava calcinha para que eu pudesse passar a mão na buceta dela e meter quando eu tivesse vontade!! 

Ainda hoje tenho muito tesão quando estou perto dela!

3 comentários:

Anônimo disse...

Minha esposa se exibe para o sobrinho. Mas eles ainda não transaram. Quase toda a vez que ele vem em casa eu e minha esposa damos um jeito para ela se exibir. De short enfiado na bunda ou míni saia.

Miguel Pessoa disse...

A minha tia Magda tb tudo me ensinou. Ela era na época uma exuberante trintona, divorciada, professora de português "e não só".
Tudo teve inicio numa tarde em k eu, com 16 anos, necessitei da sua ajuda num trabalho para o exame. Fui portanto à sua residência para o efeito. Recebeu-me com uma mini saia muito acima dos joelhos.
Depois de esclarecidas as minhas duvidas sentamos no sofá, onde ela me perguntou se tinha namorada. De momento não ti ti. Tinha mas terminamos! Mas tu estás um homem, já notei k necessitas de uma mulher!
Na verdade não conseguia ocultar a ereção.
Olha como tu estás! Tão minuscula era quando em pequenino eu ajudei a tua mãe a lavar e agora todo esse volume. Se muito o vi quando minusculo tb não virá mal ao mundo se o vir agora!
Ela própria abriu o fecho, saltando de imediato para fora algo K a surpreendeu. Não é possível ter ficada de todo esse tamanho e grossura!
Que lindo. Dito isto beijou a cabeça. mas de seguida meteu-o na boca e atuou de tal forma com a língua que me vim na sua boca. Ela continuando a chupar-me, mantinha-o na boca e certamente engoliu tudo porque ao tira-lo nada escorreu.
Sorrindo para mim perguntou! Gostas-te? Isto todos os homens adoram e nós mulheres tb. Querido, já é tarde! Vem cá amanhã que mais ficarás sabendo.
Logo após o almoço aprecei-me para a casa dela. Recebeu-me com um beijo na boca e vestindo um robe. Levou-me logo para o quarto onde deixou cair o robe e para minha surpresa vi que ficou nua.
Outra surpresa é que havendo conseguido que minha ex-namorada mostrasse o meio das suas pernas, nada mais vi ali que um tufo de pelos negros e, a minha tia estava lisinha, deixando ver uns lábios vermelhos, ligeiramente entreabertos.
Eu, não sabendo o que fazer hesitava em me despir; foi ela k num zape me arrancou a roupa. Não tenhas vergonha da ti ti, para o que iremos fazer necessitas descontração. E pegando no meu pau; vez, isto não tem vergonha de mim. Olha como ele está! Na verdade, ao ver aquele corpo nu o meu tesão era enorme.
Querido, sem rodeios, designaremos tudo pelos seus nomes: tu tens um caralhos, eu uma cona, um par de mamas e um cuzinho que o meu ex-marido nunca usou mas serás tu um dia a desbravar.
Vou deitar-me e irás massajar-me, iniciando pela nuca, ombros, costas até ao bum bum e coxas. Assim procedi e julgo que muito bem, pois ao pressionar o cuzinho com o dedo ela estremeceu, mas ao atingir as virilhas é que os seus gemidos foram intensos.
Virou-se para massajar a frente, iniciando no par das arrebitadas mamas, sugando os mamilos, seguindo até ao meio das pernas, apreciando a sua apetitosa cona, que ela me disse ser cedo para a manusear, mas o meu anseio era beijar aqueles rosados lábios k algo escorria deles. Dado k a minha posição deixava o caralho junto ao seu rosto não tardou a sentir que ela o metia na boca, mas alertando que me conte-se sem me vir; o que não contive foi de beijar aqueles apetitosos lábios, metendo quanto possível língua entre eles e absorvendo o delicioso mel que escorria, fazendo a minha tia gritar de prazer, ááiii, uiii, no entanto ainda me disse: chupa essa saliência. Foram tão fortes os seus gritos nesse momento e tanto se agitava k tive receio dos gritos serem ouvidos pelos vizinhos, áááiiii, ái, pára, agora e deita-te aqui ao meu lado.
Enquanto deitados lado a lado os nossos lábios encontraram-se e as línguas tb. Ela quebrou o silêncio e foi sorrindo k me disse: agora é que iremos foder. Vem para cima de mim e beija-me enquanto metes esta beleza na cona, mas devagar, que à muito não entra aí nada.
Era o momento que eu tanto desejava; meter naquela lisinha cona.
Quando começou a entrar ainda a minha tia pronunciou um ai, mas selei-lhe a boca com a minha e com o caralho todo lá dentro ela se contorcia debaixo de mim. Não tardaram os seus gemidos e tantos eram que mal percebi dizer-me: despeja tudo dentro de mim k eu quero gozar e quando me vim é que ela gritou áááiiii que bom: continuei dentro dela até o caralho murchar. Querido, será um segredo só nossos, mas tenho muito mais para te ensinar.

Anonima disse...

Embora esteja casada à 10 anos, atualmente com 34 de idade e o meu marido me satisfaça na cama, sinto enorme desejo de foder com o meu sobrinho que tem a idade de 15 anos, mas está um homem perfeito. Não sei o que se passa comigo. Sempre que estamos próximo as minhas cuecas pingam. Será fantasia de tirar a virgindade a um homem? Tenho quase a certeza que nunca esteve com uma mulher, está portanto virgem. Noto que ele igualmente me deseja; o volume entre as sua perna aumenta bastante, mas é demasiado correto para me dirigir qualquer proposta e eu como tia, tenho vergonha de o aliciar, pois além de ser incesto, com aquela idade também é crime! Assim como também me falta a coragem de trair o meu marido, que seria a primeira vez e ele não merece. É este um dilema que me atormenta, mas verifico haver tias que iniciam sobrinhos na sua vida sexual.