29.6.22

MÃE CONFESSA: FLAGREI MEU FILHO ME ESPIANDO

 Flagrei meu próprio filho me observando enquanto eu trocava de roupa.

Ele olhava e acaricia seu pau duro. Isso me deixa envergonhada, mas o que fazer?

Alguém já passou por isso?



2 comentários:

Uma mãe quarentona disse...

Sim. Tenho 40 anos, divorciada á 4, um filho atualmente com 18. Tinha ele 16 anos quando descobri que me espreitava no banheiro, masturbando-se. Inicialmente fiquei envergonhada, mas depois deduzi que certamente serão muitos os adolescentes a sentir tesão pelas próprias mães. Fingi não ter conhecimento do que ele fazia mas notei haver em mim grande tesão ao saber que ainda sou apetecível para jovens, começando eu a espreitar-lo também quando se masturbava e confesso que me masturbava também, imaginando o enorme membro que ele manuseava entrando em mim. Diversas vezes expunha mais algumas partes do meu corpo de prepósito e transitava pela case de cuecas e sutiã para o provocar, Só à poucos meses lhe dei conhecimento que sabia das suas espreitadelas. Pediu-me imensa desculpa; acrescentando: mãe, tens um corpo tão lindo que desde a primeira vez não mais consegui parar. Ainda não houve nada entre nós mas não deixo de pensar naquela beleza que ele possui. Que Deus me perdoe, pois só este pensamento já é pecado.

Paulo Raposo disse...

Não é de estanhar. Com um corpinho tão sexy até um EUNUCO espreitaria e pelos vistos o próprio filho não hesitaria em ir mais além do que só espreitar.