1.12.21

TROCA DE CASAIS NA PRAIA DE NUDISMO EM PORTUGAL


A única vez que fiz sexo a 3 foi com o meu marido e o cônjuge masculino dum casal, amigo de ocasião. Havia confessado ao meu marido essa fantasia. Tinha eu 27 anos e ele 28, mas afirmara-lhe que era só uma fantasia e não o desejo ter 2 homens a foderem-me. 

Aconteceu, porém, que, passados cerca de 2 anos, decidimos ir a uma praia de nudismo. Ao nosso lado estava um casal mais ou menos da nossa idade e foi o meu marido que me alertou para o fato de o marido olhar-me continuadamente, o que eu confirmei ser verdade e, mais ainda, que o seu pau aumentava, tanto no tamanho como na grossura. O meu marido também notou e disse-me: 

-Aquele tesão é por ti. 

-Não acredito. A esposa está mais perto dele e como podes ver é bem gostosa. 

- Sim, mas o seu tesão só surgiu depois de nós chegarmos. Verifiquei depois que ele ia com frequência à água para o pau amolecer. Em dado momento o meu marido sugeriu-me: 

- Amor, queres certificares-te que o tesão é por ti? Quando ele regressar da água vai tu. 

- Sozinha? Tenho vergonha. Vou expor toda a minha nudez. 

Eu não me depilava totalmente, deixava uma linha de pelos na vertical desde o clitóris, como indicando a direção para meter. Ali, as senhoras se depilavam por inteiro. Bastante envergonhada, quando ele regressou eu fui e, de imediato, ele voltou para a água e começou a conversa comigo.

- A senhora é linda. Está com o seu marido? Estão hospedados no hotel? 

- Estou com meu marido, mas não no hotel. Viemos passar o dia... - Que pena! Meu nome é Luís. 

Para não responder a mais perguntas regressei para o meu marido, bastante excitada, como acontece a todas as mulheres ao saberem que dão tesão a um homem. O meu marido sorriu-me. 

- Eu não te disse que és tu a criar-lhe o tesão? 

Vimos que o Luís falava com a esposa. Em seguida, ela levantou-se. Estava totalmente depilada e, abeirando-se de nós convidou-nos para nos juntarmos a eles. Disse chamar-se Ana. O meu marido aceitou e eu não me opus; pareceu-me que Ana também o excitava. Depois dum diálogo Ana perguntou se alguma vez tinha havido entre nós troca de parceiros! O meu marido disse que não, mas a Ana não perdeu tempo a perguntar a razão por que não experimentar algo tão excitante? Eles eram praticantes, podiam iniciar-nos. Tinham uma suíte no hotel. Fiquei sem responder, mas o meu marido olhando para mim, perguntou-me: - Lembras-da fantasia que confessaste em ter 2 homens na cama? - Amor, é só uma fantasia.

- Sim, mas podemos concretizá-la. 

A Ana logo exclamou: 

- Eu adoro foder com 2 homens, assim haverá momentos em que uma de nós será expectadora. Vamos é já para o hotel. 

Imaginado o que iria acontecer o melzinho escorria-me da cona. Após nos vestirmos lá fomos para o hotel. Eu nem queria acreditar que ia ser repartia com outro homem, que iria também foder-me e ver o meu marido foder outra mulher. Devem imaginar o que se passou na suíte. De imediato nos despojamos das roupas, não havia vergonha porque já nos viramos nus. A Ana quis ser a primeira. Fiquei na poltrona observando. O meu marido pediu-me para não fazer boquete, em resposta perguntei se ele iria fazer oral na Ana:

- Só se ela não deixar. 

Então, eu só se ele não quiser. Sem haver camisinhas, ia ser carne com carne. A Ana, como veterana, era insaciável, os homens estavam exaustos, temi que nada houvesse depois para mim, ela gemia e gritava de prazer, na DP quis o meu marido no cuzinho e que ambos gozassem dentro. Julguei que iria ter ciúmes do meu marido, mas só surgiu uma pontinha quando se beijaram de língua. Depois foram os 3 para o chuveiro, que bem necessitavam. 

Após uma pausa para os homens recargarem baterias, fui eu para a cama. Já tinha saudades de sentir um caralho mais grosso, como era do meu 1º namorado, que me tirou a virgindade. O pau do Luís era semelhante, mas com a cabeça mais volumosa, pelo que na DP custou mais a entrar no cuzinho que ele quis comer e onde apenas o do meu marido tinha entrado, que embora mais fino era mais comprido. Realmente uma mulher goza muito mais com 2 homens do que quando só um. 

Foi maravilhoso.


2 comentários:

Carlos Pinto disse...

Bem gostava eu de levar a minha esposa a uma praia de nudismo, ver como iria reagir perante os diversos caralhos ali expostos, se ficaria suficientemente excitada para aceitar também trocar de parceiro durante uma tarde, ou melhor ainda se fosse toda uma noite. Por mim não me importava, desde que a esposa do parceiro dela fosse igualmente do meu agrado. Porém tudo isto é apenas mera especulação, não creio mesmo ser possível que alguma tal venha a acontecer, porque com a vergonha que ela sente que a vejam nua será muito difícil de convencer.

CD Wild Beach disse...

I agree, two cocks are always better than one ;)
xoxo