23.9.22

MINHA ESPOSA CONVENCEU-ME A FAZER INVERSÃO


Somos casados ha dois anos, eu tenho 28 anos e ela 26. Antes de casar confessou-me que não era virgem da cona, mas o cuzinho estava intacto. O único relacionamento sexual tinha sido com um traveste, rebatizado com o nome de Marisa, com quem perdeu a virgindade, pois possuía um caralho não só muito gostoso, mas também bastante grosso e comprido. Marisa relacionava-se sexualmente com homens e mulheres, com as quais passava como sendo uma amiga e homens houve que pensaram estar fodendo de 4 o traseiro uma linda jovem, que lhe dizia estar menstruada, mas escondia um caralho semelhante ao dele. Afirmava ninguém imaginar que aquele elegante corpo de feições angelicais tinha um caralho entre as pernas. 

Talvez pelo relacionamento havido com traveste que a minha esposa divaga pensamentos irrealistas, pois dizia-me: todo o ser humano devia possuir uma cona e um caralho para facilmente poderem fazer inversão. Se eu tivesse também um caralho bem gostava de te foder e como não tens cona metia-te no cuzinho. Deixas eu roçar com o clitóris no cuzinho? 

Que ideia essa? Aqui nada roçou ainda! 

Amorzinho querido, deixa lá! Entre 4 paredes não à limites, tudo é permitido, Se sentimos prazer estares em cima de mim gostava de experimentar o inverso. 

Perante tanta insistência concordei. A minha esposa quando excitada fica com o clitóris bastante saliente, portanto sentia não só os pelos como também o clitóris. Tão radiante ela estava que me perguntou: 

Estás as gostar? 

Para não a desiludir disse que sim. Naquele dia ficamos por ali, mas dias depois mostrou-me um cinto com um caralho acopulado. 

Para que é isso? 

Para nós brincarmos! Não disseste gostar de sentir o clitóris roçando no teu rabinho? Isto irás sentir muito melhor. 

Nem penses semelhante coisa, não sou homossexual. 

Não é seres homossexual, nem te aceitava se o fosses. Como já te disse, desejava ter um caralho para te foder e como não tens cona meto no cuzinho. 

Tira lo cavalinho da chuva no meu cuzinho não entra nada. 

Mas tu gostas de meter no meu, sedo assim a partir de agora não metes mais. 

Isso é chantagem. No teu é normal. 

Normal é meteres na frente, no traseiro é um extra. 

Querida, isso é muito grosso, iri destruir todas as preguinhas! 

Tu não gostas-te de destruir a minhas? Isto é mais ou menos como o teu e eu aguentei. Serei meiguinha tal como tu foste comigo, até me disponho a lubrifica-lo com a língua após uma boa higiene. Experimenta que irás gostar; a primeira vez é que custa mais; depois passa a ser gostosinho. Efetivamente a língua dela provocava uma sensação tão maravilhosa que me convenceu e, porque prometeu não meter tudo. Foi nos momentos que antecederam a penetração que deduzi o que uma mulher sente quando vai ser fodida a primeira vez, mas para minha surpresa sentia enorme tesão, o meu pau estava bem duríssimo. A minha esposa estava radiante enquanto me preparava o cuzinho. Depois de bem lubrificado meteu um dedo e de seguida dois. Lubrificou bastante a cabeça daquela verga que ia penetrar-me, agora era ela a dizer-me para descontrair e eu pedindo para meter devagar. Não sei o que ela estava a ver que exclamou: 

Olha olha, está a piscar! 

Que arrepio percorreu o meu corpo quando senti aquela cabeça roçar-me no cuzinho e mais uma vez pedi: 

Mete devagar. 

Para meu bem a cabeça era mais fina que o corpo, mas ao sentis romper as primeiras pregas não consegui suster um prolongado aiiiii. Espera para ir acostumando, mas não tardou a empurrar mais; enquanto os meus ais continuavam. 

Basta, já chega, não metas todo! 

Querido, tu em mim metes-te todo, só assim ficas sabendo o que uma mulher sofre a primeira vez. Olha já entrou todo, aguenta um tempinho para acostumar, o pior já passou. 

Realmente a primeira vez é que custou; não fazemos inversão todas as vezes que fodemos, apenas uma vez por outra, a minha esposa é que adora quando mete em mim.

2 comentários:

Anônimo disse...

Sou hétero e posso afirmar que, se vc souber se livrar do preconceito, e deixar sua companheira brincar com seu cuzinho, ambos terão uma bela diversão no sexo a dois. Aqui em casa temos vários consolos, de tamanhos e formatos diferentes, e normalmente eu sou a "vítima" preferida nas brincadeiras. Confesso que ao longo do tempo, já estou ficando até mesmo viciado... rsrsrs

Old School Fan disse...

I so need to be pegged by a young woman. I engage in CFNM regularly, and although that has included prostate massage, they haven't pegged me yet.